Ildazio jr comemora ópera Lídia de Oxum

October 5, 2019

 

Radialista, empresário, consultor, produtor cultural e mais uma função: coordenador geral da nova montagem da Ópera Lídia de Oxum. Esse é Ildásio Tavares Junior que, depois de 25 anos, lidera o time que vai trazer de volta aos palcos a primeira ópera baiana, no mês de novembro, no Teatro Castro Alves.



O espetáculo foi escrito por seu pai, que se estivesse vivo comemoraria 80 anos. “A Ópera Lídia de Oxum é uma demonstração da força do povo negro e que pode atravessar décadas, mas tem um discurso atual e importante”, conta. “É uma homenagem a meu pai e à Bahia. No palco são oito solistas, coro, orquestra, corpo de balé e percussão. Um grande desafio, mas já está valendo a pena. Quando estiver em cartaz, valerá ainda mais”.



Coleção Ildásio Tavares – Além da Ópera Lídia de Oxum estão previstos no projeto também a realização de outras peças escritas por Ildásio e a reedição de quatro livros do autor, como Xangô e Candomblés da Bahia. Entre os títulos a Antologia Negra uma reedição de quatro livros (Xangô, Lídia de Oxum, Candomblés da Bahia e Nossos Colonizadores Africanos), com nova diagramação e box com capa pintada por Caribé.



Encenada pela primeira vez em 1978, em coprodução com o Teatro Castro Alves, a Ópera Caramuru será remontado pela Vira Mundo Produções e apresentada em praça pública, popularizando o gênero ÓPERA na Bahia. Já o LP Espetáculo Os Orixás, que foi lançado em 1978, pelo Som Livre, ganhará novos arranjos e uma versão inédita de show, com artistas baianos convidados, com reedição em LP deste disco clássico.



Serviço

Ópera Lídia de Oxum
Quando a montagem: 21 á 23 de novembro
Onde: Teatro Castro Alves
Endereço: Praça Dois de Julho, s/n - Campo Grande, Salvador - BA, 40080-121 

Please reload

Destaques

SALVADOR BAHIA AIRPORT RECEBE SELO DA DIVERSIDADE ÉTNICO-RACIAL PELA SEGUNDA VEZ

December 16, 2019

1/10
Please reload

1/1
Archive